França Chegada

Cheguei tem quase 1 mês e foram tantas coisas novas que possivelmente me esquecerei de citar algumas, então vamos lá:

1 – Primeira coisa que fiz foi fazer minha conta celular na operadora FREE, escolhi está por ter um preço bom e boa cobertura. 10 euros o chip mais 20 euros por mês pra ter ligações ilimitadas e internet ilimitada!

2 – Abri uma conta no banco, é bom pesquisar qual banco tem as menos taxas e mais vantagens, consegui uma conta na Société Generale com ZERO anuidade e taxas, e ainda ganhei 80 euros por ser estudante e minha universidade tem parceria com este banco.

3 – Documentos OFII, minha universidade que cuidou dessa parte, entreguei na universidade as cópias do passaporte com a data de chegada, cópia do comprovante de residência e o formulário que a embaixada francesa no Brasil me deu.

4 – Pagar a taxa de Sécurité Social, que é o seguro de saúde básico (225 euros por ano), paguei na própria universidade. Estou vendo a melhor opção pra fazer o seguro complementar (sécurité mutuelle).

5 – Além disso, me inscrevi para os esportes, por 45 euros ano, tenho direito a milhões de esportes de Ski a Stand UP. Estou fazendo natação e vôlei por serem perto da minha casa.

6 – Fiz o pedido de ajuda moradia para CAF, órgão do governo que dá um auxílio moradia até para estrangeiros. Comecei o processo no site e depois entreguei os documentos em papel em uma agência deles.

7 – Fiz minha carteirinha de transporte que paguei 5 euros por ela e agora pago 12 euros por mês pra me locomover em Sophia/Biot/Antibes/Valbonne. Além disso fiz uma carta jovem pro trem da SNCF aonde tenho até 50% de desconto nos trens da França. Agora descobri que tem uma carta pra estudante que por 15 euros posso usar o TER (um trem menos confortável que se não tiver lugar você vai em pé) da minha casa até minha faculdade de graça.

Aulas

Bom a primeira semana foi aquele baque, mas pensei que seria pior, consegui entender algumas coisas. Mas conheci um professor que falar em uma velocidade supersônica, não tinha como acompanhá-lo, hoje já consigo entender melhor! Tenho aulas todos os dias da semana, totalizando umas 25 horas semanais com as matérias:

– Componentes Ativos

– Introdução à Microeletrônica

– Eletrônica RF e NL

– Programação Orientada ao Objeto

– Francês

– Inglês

– Gestão de Empresas

Projeto Hover

No intercâmbio, como na vida, temos que ser pro Ativos, nada vai cair no seu colo se não for atrás. Desde o início sabia que teria que fazer um projeto final e fazer um estágio! Na segunda semana de aula ouvi uma menina falando sobre um Hover com uns chineses me intrometi na conversa e quando eu vi estava no carro dela indo conhecer o projeto. Hoje faço parte dele!

Advertisements

Processamento Digital de Sinais

Nessa matéria estudamos as formas de se representar uma imagem digital e como filtrar, segmentar, rotacional, fazer transformadas em imagens.

Como Projeto Final tivemos que desenvolver um algoritmo que segmente imagens de calados de navios, detecte os números e trace uma “régua” a direita dos números.

Imagem Original

Imagem em escala de cinza


Histograma da imagem em escala de cinza

Imagem Binarizada

Imagem final com o traço da “régua”

Econômica de Engenharia

Nessa matérias estudamos os pensadores da Economia, agente econômicos, sistema financeiro, mercado financeiro, estrutura de capital, tipos de empréstimos.

No Final desenvolvemos uma análise de investimento para uma situação de uma empresa fictícia:

Análise de Investimento

Uma empresa precisa analisar um projeto de lançamento de um produto no mercado.
Após pesquisa realizada chegou-se a conclusão que cada unidade do produto
poderia ser vendida por R$ 8.000,00. Os custos variáveis unitários seriam de R$
5.600,00
. A demanda para o produto gira em torno de 500 unidades para o primeiro ano sem possibilidade de crescimento . Os gastos fixos necessários estão na ordem de R$ 700.000,00. Para a realização desse empreendimento serão necessários investimentos na ordem de R$ 2 milhões, onde 70% desse valor seria financiado com capital próprio que é dado por um beta de 1,3; retorno livre de risco de 9% e um
retorno médio de mercado de 19% e o restante com capital de terceiros a uma taxa de 12% ao ano, com amortização da dívida pelo sistema SAC em 5 anos e sem carência. A depreciação do investimento será em 5 anos de forma linear. A alíquota do imposto de renda é de 34 %. O projeto tem vida útil de 10 anos.